Da redação | Um professor de Sapiranga, no Vale do Sinos, foi preso preventivamente na última sexta-feira (20). Ele é suspeito de ter abusado de meninas com 9 anos de idade em uma escola da rede municipal de ensino.

Segundo informações do delegado substituto de Sapiranga, Rogério Baggio, a Polícia Civil ficou sabendo do caso, depois que uma mãe denunciou o caso para o Conselho Tutelar.  “Estamos trabalhando com a hipótese de estupro de vulnerável”, conta.

Até o momento, três vítimas confirmadas foram encaminhadas para exame de corpo de delito. “Vamos ouvir outras crianças até o final desta semana e não está descartada a possibilidade de mais vítimas”, afirma o delegado.

Preso

O professor de 43 anos não tem antecedentes criminais no Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil, ele é natural de outro estado.

De acordo com informações obtidas pela polícia, o professor sempre agia da mesma maneira. Pedia que as meninas sentassem em seu colo e começava a fazer “cócegas” pelas costas e barriga, até começarem as carícias na parte íntima das crianças. Durante o ato, ele questionava se as meninas estavam sentindo cócegas.

Afastamento

Por meio de nota, a prefeitura de Sapiranga informou que após o recebimento da denúncia, afastou o professor e abriu uma sindicância para apurar os fatos. O órgão ainda ressaltou que “repudia qualquer ato inadequado contra qualquer pessoa, ainda mais contra crianças, e destaca que todas medidas legais serão tomadas para apurar a verdade sobre o caso, mas sempre evitando, de todas as formas, a exposição indevida de crianças, seus familiares e do trabalho da comunidade escolar.”