ATENÇÃO CANOAS | Médicos vão restringir atendimentos no HPS e nas UPAs

FOTO: Vinicius Thormann/Prefeitura de Canoas

Da redação | Médicos ligados ao Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (Gamp) decidiram restringir os atendimentos no Hospital de Pronto Socorro de Canoas e nas Unidades de Pronto Atendimento Caçapava e Rio Branco, em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A ação acontece entre os dias 26 e 28 de dezembro.

Nesse período, somente 30% dos médicos atenderão casos considerados graves. Urgências e emergências seguirão com 100% da capacidade atual. Conforme a categoria, as unidades estejam com restrições de materiais e medicamentos fundamentais para o atendimento.

O objetivo da restrição é chamar a atenção da população para as más condições das instituições de saúde administradas pelo Gamp em Canoas.

Em nota, o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul lembra que, há mais de um ano, vem denunciando o “sucateamento, desabastecimento e precariedade dessas unidades”. Relatos obtidos pelo Simers junto aos médicos dão conta de situações críticas, com pacientes sendo obrigados a comprar os remédios prescritos e as equipes a reaproveitar seringas em função da falta de estoques.

Agência GBC

Em Agência GBC, você encontra notícias de Canoas, da região e do RS, prestação de serviço, áudios, vídeos e muito mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *