FOTO: Jaime Zanatta/GBC

FOTO: Jaime Zanatta/GBC

Da redação | O Nacional da Avenida Panamericana, no bairro Jardim Lindóia, em Porto Alegre, já encerrou as atividades. Desde a última quinta-feira (18) a loja não abre mais as portas.

Desde o dia 13 de janeiro, a loja já vinha tendo liquidações em grande parte dos produtos. Os perecíveis como carnes, queijos, presuntos, alimentos congelados e pães foram vendidos com preços abaixo do que é praticado em outros estabelecimentos.

No prédio do supermercado também funcionava uma farmácia. Pelo menos até o dia 30 de janeiro ela segue aberta. Para acessar o estabelecimento, os clientes devem passar por dentro do antigo Nacional.

Motivos do fechamento

O WalMart por meio de comunicado, afirma que, apesar do fechamento da unidade, abriu neste mês 130 postos de trabalho para parte das 97 unidades que seguem operando na Capital e no Interior, incluindo vagas nos centro de distribuição e nos escritórios da rede. A empresa também afirma que está investindo cerca de R$ 160 milhões no projeto de reestruturação de hipermercados e supermercados no Rio Grande do Sul. Em todo o Brasil, a Walmart deverá investir cerca de R$ 1,5 bilhão ao longo dos próximos três anos nesse projeto.

Transformações

Conforme a empresa, as lojas do Nacional que seguem abertas devem passar por uma reforma nos próximos meses e mudar de nome.

Esse é um movimento que a multinacional vem fazendo em todas bandeiras no Brasil. No Rio Grande do Sul, o primeiro Nacional que mudou para WalMart Supermercados foi o de Guaíba.

Mais um fechamento

Além de uma das lojas de Porto Alegre, o WalMart também anunciou que a loja do Nacional na Gomes Portinho, no Centro de Novo Hamburgo também terá as atividades encerradas. A loja também já está quase sem estoque.

.

13 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui