ESTEIO | Jantar feito por conterrâneos marca vinda de mais 89 venezuelanos nesta quinta-feira

Foto: Jaime Zanatta/ GBC

Da redação | Nesta quinta-feira (13), 89 venezuelanos chegaram ao município de Esteio. Eles vieram de Roraima, junto com outros 87 imigrantes do mesmo país que se alojaram em Canoas. Os 176 refugiados fazem parte do processo de interiorização do Governo Federal.

Assim como na semana passada, a recepção aos novos moradores foi calorosa. No entanto, nessa quarta-feira, houve um diferencial. Os 125 imigrantes que já estavam acomodados tiveram o papel de cuidar do local para receberem os novos vizinhos.

Eles estão há uma semana aqui. Nesse tempo, eles buscaram os serviços essenciais e já se sentem prontos para receber os demais – explica a secretária de Cidadania, Trabalho e Empreendedorismo de Esteio, Tatiana Tamara.

Em um ginásio da cidade, grupo de imigrantes foi recebido pelo prefeito Leonardo Pascoal. Foto: Jaime Zanatta
Em um ginásio da cidade, grupo de imigrantes foi recebido pelo prefeito Leonardo Pascoal. Foto: Jaime Zanatta

O prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, destaca que o primeiro grupo de imigrantes se adaptou muito bem em uma semana de vivência em Esteio. Revelou ainda que a meta agora é colocar as crianças em idade escolar nas salas de aula em até uma semana.

O primeiro grupo já anda sozinho pela cidade e sabe acessar os serviços públicos. Esse processo de adaptação está andando mais rápido do que a gente imaginava – expõe o prefeito.

Adrian Patacon, 23 anos, trabalhava como cozinheiro na Venezuela e em Esteio já fez entrevistas para chefe de cozinha. Adrian, que veio ao município gaúcho no primeiro grupo, conversou com a reportagem enquanto ajudava a preparar o jantar aos novos moradores do abrigo, no bairro Três Portos.

Preciso aprender a fazer a comida daqui, pois quero seguir trabalhando com isso no Brasil – declara Adrian.

Adrian preparando o jantar para os novos vizinhos. Foto: Jaime Zanatta/ GBC
Adrian preparando o jantar para os novos vizinhos. Foto: Jaime Zanatta/ GBC

Os 125 imigrantes já alojados na cidade, sete já conseguiram emprego.

O novo grupo desembarcou do avião da Força Aérea Brasileira (FAB), oriundo de Boa Vista (RR), no Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, pouco antes das 15h. Logo após, os refugiados seguiram de ônibus para Esteio, onde foram recebidos no Ginásio Sílvio Batista, na Vila Osório, antes de se instalarem no abrigo.

Venezuelanos momentos antes que receberem as chaves das novas moradias. Foto: Jaime Zanatta/ GBC
Venezuelanos momentos antes que receberem as chaves das novas moradias. Foto: Jaime Zanatta/ GBC

Para Esteio, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) destinou R$ 534 mil, em um convênio com validade para seis meses, podendo ser prorrogado caso haja necessidade.

Os cadastrados no projeto foram vacinados, receberam exame de saúde e foram regularizados no Brasil. Os municípios de Esteio e Canoas cuidam da parte assistencial, como emprego, saúde e educação. A alimentação fica a cargo dos militares e as pousadas alugadas pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Agência GBC

Em Agência GBC, você encontra notícias de Canoas, da região e do RS, prestação de serviço, áudios, vídeos e muito mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *