MATARAM PAI E FILHO | Dupla é indiciada por latrocínio e receptação

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | A Polícia Civil concluiu o inquérito do assalto a uma relojoaria de Estância Velha, no Vale do Sinos, que acabou na morte de pai e filho, em abril. Os dois suspeitos do assalto foram indiciados por latrocínio, receptação (usaram um carro roubado no crime) e adulteração de sinal de veiculo automotor (estava com placas clonadas).

Além dos dois suspeitos do assalto também foram indiciadas duas pessoas, por receptação das jóias roubadas no crime. Um dos indiciados ainda pode responder por favorecimento pessoal, já que ajudou um dos suspeitos a se esconder na cidade de Portão.

O delegado Márcio Niederauer, que comandou a investigação, explicou que os pais de Davi dos Santos Mello, que foi preso na Argentina, não foram indiciados. “O Código Penal isenta eles de punições”. O casal ajudou o filho a fugir.

O crime

Leomar Jacó Canova, de 59 anos, e o filho dele, Luis Fernando Canova, de 35 anos, proprietários da relojoaria, foram mortos durante o assalto no dia 10 de abril. Havia outras funcionárias no local no momento do crime, que não se feriram.

As imagens captadas pelas câmeras de segurança (assista acima) mostram um homem armado que obriga duas funcionárias a colocarem objetos dentro de uma sacola. Outro assaltante aparece em seguida, também armado, saindo dos fundos do estabelecimento, onde fica uma oficina de reparos. Logo atrás dele estão pai e filho, que são atingidos pelos disparos.

Prisões

Rafael Santos Domingues de 19 anos, está preso desde 23 de abril. Segundo a Brigada Militar (PM), ele estava com a companheira, escondido na casa da mulher de um traficante, em Portão, e, ao perceber a chegada dos policiais, tentou escapar.

Rafael Santos Domingues, 19 anos. (Foto: Brigada Militar/Divulgação)

A polícia de Misiones, uma província Argentina, prendeu no dia 18 de maio, Davi dos Santos Mello de 20 anos. Ele é apontado como um dos autores do assalto a joalheria que terminou na morte de pai e filho, em Estância Velha, no Vale do Sinos. O crime aconteceu no dia 10 de abril.


(Policia de Misiones/Divulgação)

Ambos já eram considerados foragidos da justiça.

Agência GBC

Em Agência GBC, você encontra notícias de Canoas, da região e do RS, prestação de serviço, áudios, vídeos e muito mais.