ATUOU EM CANOAS | Frei Adani morre aos 30 anos

Foto: Diocése de Caxias do Sul/Divulgação

Da redação | O corpo do Frei Adani Carlos Guerra de 30 anos será sepultado nesta segunda-feira (3), em Nova Alvorada. Ele morreu no domingo (2), às 21h15min, no Hospital Santa Rita, em Porto Alegre, vítima de infecção generalizada em consequência de linfoma não-Hodgkin.

Filho de José Carlos Guerra e Nita Maria Darrif Guerra, Frei Adani era gêmeo de Breno Guerra, seu único irmão. Ele teve 10 anos de vida religiosa capuchinha e três de ordenação presbiteral.  Em 2006, ingressou no seminário de Flores da Cunha, na Serra. Dois anos depois, fez a profissão religiosa no Convento São Boaventura, em Marau. A ordenação presbiteral aconteceu em Nova Alvorada, em 2016, pelas mãos de Dom Rodolfo Luis Weber.

Adani fez o curso de Filosofia na Unifra (hoje UFN), em Santa Maria, na região Central. Em 2011, realizou estágio pastoral na Delegação Capuchinha no Haiti. Durante os anos de 2012 a 2015, residiu nas fraternidades de Canoas e Porto Alegre, tempo em que concluiu os estudos em Teologia na Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana (Estef) e também realizou serviços fraternos e pastoral. Em Canoas, por exemplo, ele atuou nas paróquias Pio X e Sagrado Coração de Jesus, nos bairros Harmonia e Mathias Velho.

Nos anos de 2016 a 2018, atuou como Pároco na Paróquia Nossa Senhora Medianeira, em Barros Cassal. Foi um período significativo para Frei Adani, pois coordenou a reconstrução da igreja matriz, que fora danificada por um temporal. Ele estava na reinauguração, em agosto de 2018. Em 2019, foi nomeado guardião e vice-coordenador da Pousada dos Capuchinhos, Pároco na Paróquia Santo Antônio de Vila Flores, e aluno do curso de administração da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

Agência GBC

Em Agência GBC, você encontra notícias de Canoas, da região e do RS, prestação de serviço, áudios, vídeos e muito mais.