CANOAS | Mais um ladrão de residências é preso pela Polícia Civil – Agência GBC

CANOAS | Mais um ladrão de residências é preso pela Polícia Civil

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Um homem de 27 anos foi preso por crimes contra o patrimônio em Canoas na última sexta-feira (10). A ação da 2ª Delegacia de Polícia é desdobramento Operação Inviolável, deflagrada no final de julho contra roubos a residências na Região Metropolitana. Com esta prisão, todos os oito alvos da foram capturados.

Segundo o delegado Rodrigo Caldas, a Operação Inviolável, teve por objetivo o cumprimento de oito mandados de prisão e nove de busca e apreensão. “O foco das medidas cautelares eram investigações sobre roubo a residências ocorridos em Canoas. Em razão do trabalho da Polícia Civil, as mesmas vítimas, e outras, que acompanharam as divulgações de imagens da ação policial, procuraram a Delegacia eis que reconheceram outros suspeitos dos roubos”, relatou o delegado.

Com isso foi possível a prisão do indivíduo que estava foragido. O delegado destacou que apesar de não ser incomum surgirem novos elementos e vítimas, que procuram a polícia após assistirem matérias da mídia sobre uma operação policial, identificando autores e novos fatos de crimes, tal resultado é recebido com muita satisfação. “O roubo a residências é um crime gravíssimo, e é atual alvo de empenho da Polícia Civil para expurgar tal conduta criminosa ou pelo menos baixar os índices de tal crime ao mínimo possível”, acrescentou Caldas.

Operação Inviolável

Cerca de 60 agentes cumpriram 17 ordens judiciais. Sete eram de prisão temporária, um de preventiva e nove de busca e apreensão. Além de Canoas, a caçada aos criminosos acontece em Nova Santa Rita e Eldorado do Sul. Seis pessoas foram presas.

Conforme o delegado Caldas que coordenou os três meses de investigação, além do sobrinho, outros seis homens e duas mulheres eram os alvos. Eles são suspeitos de roubos a residências e a pedestres que acontecem entre fevereiro e maio de 2019. “Os criminosos atuavam com muita violência”, comenta.

O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana – (2ª DPRM), delegado Mario Souza, pontuou que “o combate a essa modalidade de roubo se faz necessária uma vez que é uma ação criminosa que adentra o seio familiar. É por meio de um trabalho minucioso de inteligência e investigação policial que foi examinado cada caso de roubo no município de Canoas suspeitos de terem sido cometidos por essa quadrilha.”

Outras ocorrências

Além dos roubos a residências, a quadrilha também atuava de forma mais enérgica no bairro Niterói.

Em maio, uma adolescente de 15 anos foi abordada por um casal armado dentro de um veículo. Ela ia para a escola e teve mochila e celulares roubados.

No outro caso, uma mulher teve o telefone roubado por um indivíduo em uma bicicleta.

Agência GBC

Em Agência GBC, você encontra notícias de Canoas, da região e do RS, prestação de serviço, áudios, vídeos e muito mais.