CANOAS e GRAVATAÍ | Polícia Civil acaba com laboratório de ecstasy e prende traficante

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Os agentes da 3ª Delegacia de Polícia de Canoas fecharam um laboratório de ecstasy, em Gravataí. Um homem de 29 anos foi preso em flagrante por tráfico.

Segundo a Polícia Civil, os policiais passaram cerca de 30 dias investigando o local no bairro Neópolis. A propriedade era uma verdadeira linha de produção de drogas sintéticas. Os agentes localizaram mais de 1893 comprimidos da droga prontos para consumo e material para produzir mais de 10.000 comprimidos de ecstasy. O produto seria distribuído em Canoas e em outras cidades da Região Metropolitana.

O material apreendido está avaliado em mais de R$200 mil. Dentre as apreensões, foram localizados mais de meio quilo de Metilenodioximetanfetamina / MD (princípio ativo do Ecstasy), mais de 2kg de insumos (substâncias para misturar a droga), corantes ( tonalizantes para droga), prensas, moldes/formas com figuras diversas para produção dos comprimidos, um veículo de luxo (Toyota Corolla).

O delegado Pablo Queiroz Rocha, que coordenou a ação, destacou que a ação qualificada e certeira dos agentes resultou em uma das maiores apreensões de ecstasy e materiais para produção da droga. Já o diretor da 2ª DPRM – Regional de Canoas/RS, delegado Mario Souza, ressaltou que essa foi “mais uma ação cirúrgica e qualificada da Polícia Civil. Interrompemos uma verdadeira Linha de Produção Ecstasy”.

Após a lavratura do procedimento policial o preso foi encaminhado ao sistema prisional.

Agência GBC

Em Agência GBC, você encontra notícias de Canoas, da região e do RS, prestação de serviço, áudios, vídeos e muito mais.