CANOAS | Como foi a prisão do homem que matou mulher a facadas e colocou fogo na casa

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | A Agência GBC já tinha publicado no inicio da madrugada deste domingo (10) que Sírio Fogaça de Souza de 53 anos completados hoje tinha sido preso. Ele matou a companheira a facadas e depois ateou fogo na residência em que viviam no bairro Guajuviras, em Canoas, no último sábado (9). A vítima fatal foi identificada como Vera Lúcia Luciano de 51 anos.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

No inicio da manhã, vizinhos viram o criminoso saindo da residência. Conforme informações da Polícia Civil, durante a fuga, ele passou em um salão de beleza e pediu para lavar as mãos. Depois disso, desapareceu. “Recebemos denúncias de que ele estava escondido perto da casa de familiares em São Leopoldo”, comentou a titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), delegada Clarissa Demartini.

Sírio foi preso horas após o crime (Foto: Divulgação)

Sírio foi preso na Invasão do Justo, no bairro Duque de Caxias, em São Leopoldo. Ele estava tentando se esconder na casa do irmão. Familiares dele contaram à polícia que ele era extremamente agressivo.

O criminoso tinha saído da prisão na última quinta-feira (7). Ele cumpria pena por tentar matar três pessoas da mesma família de Canoas que estavam devendo R$ 300 para ele. Porém, na ficha de antecedentes tem até um homicídio que ele cometeu quando tinha 18 anos.

A Polícia Civil investiga agora a motivação do crime.

Agência GBC

Em Agência GBC, você encontra notícias de Canoas, da região e do RS, prestação de serviço, áudios, vídeos e muito mais.