Foto: arquivo pessoal

Juliano Pinto, 45 anos, morreu ao cair do Morro das Furnas, em Torres, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Professor de capoeira, ele era natural de Soledade, no Norte do Estado.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme o Corpo de Bombeiros, a queda foi de aproximadamente 35 metros. Segundo familiares, Juliano acompanhava uma excursão com um grupo de alunos.

O professor e o grupo chegaram por volta de 06h em Torres, mas as duas casas que alugaram só estariam liberadas a partir das 09h. Diante disso, decidiram ir até a praia.

Segundo um dos alunos, Juliano foi jogar uma rosa para Iemanjá. Como o vento soprava contrário, impedindo o trajeto desejado da rosa, o professor resolveu dar um impulso maior para vencer o vento, mas acabou se desequilibrando, tendo em vista que tinha uma perna machucada.

A queda foi fatal. Os bombeiros resgataram de rapel o corpo do professor. Os trabalhos de remoção duraram mais de 1 hora.

Juliano era professor de capoeira da rede pública de ensino de Soledade. As viagens com os alunos era um hábito anual do educador.