Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quarta-feira (22) uma operação para combater a venda de drogas e a associação ao tráfico na Região Metropolitana e Vale do Sinos. Os alvos são traficantes suspeitos de terem base na região, atuação em todo o Rio Grande do Sul e que agora se expandem para Santa Catarina.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Cerca de 260 agentes estão cumprindo 38 mandados de prisão preventiva, sendo que 10 são de pessoas que já estão no sistema prisional. Também há 53 mandados de busca. As ordens judiciais são em Novo Hamburgo, Nova Hartz e Sapiranga, que teve os principais acessos fechados pela polícia.

Alvos já presos

Apenados do Presídio Central de Porto Alegre, Penitenciária Modulada de Montenegro e da Penitenciária Estadual do Jacuí, em Charqueadas, também tiveram prisão preventiva decretada pela justiça. Porém, os nomes não serão divulgados, por causa da Lei de Abuso de Autoridade.

Investigação

Segundo o delegado Fernando Branco, que coordenou a investigação, o homem apontado como principal líder do grupo, que é um núcleo de uma facção de Sapiranga, está dentro do Presídio Central. Preso desde 2016, ele comanda a venda de drogas e dá ordens para homicídios.

Durante a investigação, foram analisados materiais apreendidos em operações anteriores contra os investigados. Em informações obtidas em celulares e anotações, os agentes descobriram movimentações de cerca de R$ 90 mil durante 15 dias com a venda de drogas. Além disso, as ações do ano passado localizaram dinheiro e mais de 200 quilos de drogas com o grupo criminoso.