Foto: Prefeitura de Cachoeirinha/Divulgação

Para suprir a demanda de médicos, a Prefeitura de Cachoeirinha vai anunciar nos próximos dias, uma empresa contratada para prestar esse serviço. “Vamos suprir principalmente na UPA 24h”, afirma o prefeito Miki Breier. Na última quinta-feira (13) foi o pregão do processo licitatório para contratar a prestadora.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

A outra medida adotada pelo município para suprir a demanda por médicos, o Regime de Trabalho Complementar Especial, teve baixa adesão por parte dos médicos pertencentes ao quadro de servidores de carreira de Cachoeirinha. Conforme o secretário de Saúde, Dyego Matielo, “somente quatro médicos dentre 120 aderiram ao aumento de carga horária, sendo que temos um deficit de cerca de 20 profissionais”.

Os médicos que aderiram ao Regime de Trabalho Complementar Especial estão atuando na UBS CAIC Granja, UBS Jardim do Bosque, UBS Nova Cachoeirinha e uma médica atua como responsável técnica, trabalhando na própria Secretaria de Saúde. O aumento de carga horária é válido por um ano, renovável pelo mesmo período, podendo ser revogado por interesse da Administração ou do profissional. O aumento da remuneração é proporcional ao vencimento básico do cargo, mas não incide nas vantagens do plano de carreira dos servidores.