Foto: Vitória Costa

A Fundação de Saúde Pública São Camilo de Esteio (Hospital São Camilo) recebeu nesta quarta-feira (25) os contêineres que serão destinados ao atendimento de pacientes, adultos e pediátricos, com suspeitas da infecção pelo coronavírus (Covid-19). No total sete leitos, com aparelhos de ventilação mecânica, serão instalados para receber pessoas que requeiram cuidados intensivos e que não podem ser tratados em suas residências.

Além dos leitos, o espaço contará com um posto de atendimento, onde ficarão médicos, enfermeiros e insumos para o tratamento dos pacientes. Os contêineres medem 6m x 2,30m e estão agrupados no estacionamento do hospital, totalizando uma área de mais de 55m². Com essa estrutura, chega a 15 o número de leitos disponíveis no São Camilo para o tratamento de eventuais casos da doença.

Os contêineres leito foram colocados próximo à barraca montada, no exterior do prédio, para a pré-triagem de pacientes. A estrutura, com mais de 31m², foi cedida pelo 18º Batalhão de Infantaria Motorizada (18º BIMtz). No local, servidores do São Camilo atendem às pessoas encaminhadas pelas unidades de saúde a procurarem a instituição com sintomas como coriza, febre, tosse e dificuldade para respirar. Quando identificado possível caso da doença, os pacientes são encaminhados para atendimento exclusivo para coronavírus. Se a necessidade for outro serviço de urgência, o paciente será encaminhado para o respectivo atendimento.

A Direção do Hospital São Camilo e a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) destacam, entretanto, que o local não deve ser a porta de entrada para buscar atendimento para tratar do Covid-19. Pessoas com sintomas da doença devem ligar para o telefone 3459-4723. Se o atendente constatar a necessidade de atendimento presencial, vai orientar para que a pessoa procure uma unidade básica de saúde (UBS), que deve ser procurada, também, caso os sintomas se agravem. São as próprias UBSs que vão indicar que a pessoa procure o atendimento no Hospital São Camilo.

As visitas a pacientes internados no hospital estão suspensas por tempo indeterminado. Uma exceção foi aberta para pessoas internadas na UTI adulto. Elas poderão receber a visita de um familiar entre 14h30min e 15h. Também será permitida a permanência do acompanhante em casos e em setores nos quais a presença é obrigatória, como a pediatria e a UTI Neonatal, por exemplo.