Foto: Joel Vargas/ PMPA

Foto: Joel Vargas/ PMPA

Da redação | Após uma onda de calor que provocou temperaturas acima dos 30ºC, o Rio Grande do Sul vai ser palco a partir desta terça-feira (13) de uma virada no tempo. Áreas de instabilidade que atuam na Argentina devem chegar cedo ao Estado, provocando na Fronteira Oeste pancadas de chuva volumosas e fortes, com risco de granizo e vendaval.

A instabilidade avança ao longo do dia e pode provocar chuvas fortes e temporais isolados desde o Oeste e Noroeste até parte do Centro e Sul gaúchos. Depois, seguem avançando rumo à capital e ao Norte entre o final da terça e a quarta (14).

Na Região Metropolitana, as pancadas podem ser fortes, mas o risco maior fica para as áreas do Noroeste, como os arredores de São Borja, e do oeste, como Uruguaiana, Itaqui até Quaraí. Também atingirá parte da Campanha, entre Rosário do Sul e Cacequi, e Bagé.

Outra área de grande risco é o Extremo Sul, mas também pode haver temporais isolados entre São Lourenço e Pelotas, além de pontos do Litoral.

Na quarta, as chuvas fortes devem se concentrar na Metade Norte. Na Metade Sul ainda chove, mas no decorrer do dia a nebulosidade perde força, dando lugar a uma nova massa de ar seco, empurrada pelos ventos do quadrante Sul.