Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo pessoal

Da redação | Mais um crime brutal que chocou a cidade de Canoas passa pela investigação da Polícia Civil. O caso envolvendo a morte de Maria Pasqua Dall Pra Dall Pizzol, 91 anos, completou nesta quinta-feira (15) quatro dias. A idosa foi torturada e assassinada na residência onde morava, na rua Sepé Tiaraju, área central da cidade, na tarde de domingo (11).

Câmeras de segurança fazem parte da investigação. Elas mostram que ainda pela manhã, um homem entrou na casa da vítima depois de pular o muro de uma empresa.

Ao chegar em casa, por volta de 14h, a vítima se deparou com a porta aberta. Maria foi torturada, levou socos, foi ferida na cabeça e teve as mãos amarradas.

O bandido levou cerca de R$ 300,00 e a aliança que ela usava. A filha da vítima relatou que um tablet também teria sido subtraído. Os demais pertences da casa foram revirados.

Diante disso, o caso é tratado como latrocínio – roubo com morte. A Polícia Civil ainda não identificou o suspeito.