pc

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | Agentes da Delegacia de Capturas prenderam, na tarde desta terça-feira (20),  no bairro Rio Branco, em Novo Hamburgo, um homem de 48 anos, médico traumatologista. Ele foi acusado de abusar sexualmente da própria sobrinha, de 14 anos, que foi sua paciente em março de 2010. Conforme apurou a Polícia Civil, ele atendia em clínicas de Porto Alegre e Novo Hamburgo.

A adolescente teria sido atendida pelo acusado em uma clínica que seria de sua propriedade, em Novo Hamburgo. O motivo desse atendimento seria por causa de uma “unha encravada”. Na sequência, já em Porto Alegre, o médico teria abusado da sobrinha, dentro de um Audi TT. A vítima estaria sob efetivo de medicamentos administrados pelo acusado durante as agressões.

O médico havia sido indiciado na CPI que investigou a “Máfia das Próteses”, e foi condenado a uma pena de nove anos de reclusão. O preso foi conduzido ao Departamento de Investigações Criminais (Deic) e depois ao sistema penitenciário.