PC

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | Agentes da Delegacia do Meio Ambiente (Dema) da Polícia Civil apreenderam, na tarde desta terça-feira (20), 70 aves silvestres que estavam em uma residência no bairro Nova Cachoeirinha, em Cachoeirinha.

Segundo a delegada Marina Goltz, a casa era supostamente utilizada para torneios clandestinos envolvendo os animais. Durante as diligências, três pessoas compareceram ao local, uma delas portando uma caixa com materiais utilizados em rinhas de galo, como esporas e biqueiras. Com os outros presos, foi apreendido um pássaro silvestre e ração para aves. O dono da residência não foi localizado.

As aves apreendidas são das espécies cardeal, bico-duro, azulão, coleirinho, canário da terra, pintassilgo, tie sangue, tico-tico, trica-ferro e sanhaço-frade. A investida policial faz parte da Operação Ambiente Sustentável, que busca coibir diversos crimes ambientais, entre eles contra a fauna silvestre ou nativa.

O trio responderá pelo crime previsto no art. 29 da Lei de Crimes Ambientais, com pena de detenção de seis meses a um ano. O transporte dos animais apreendidos contou com o apoio do IBAMA e da Guarda Municipal do Município de Cachoeirinha.