Cristiano Junior

Foto: Cristiano Junior/ Divulgação

Da redação | Em meio às promoções da Black Friday, o Procon de Canoas realizou nesta sexta-feira (23) uma operação de fiscalização em lojas da cidade. Os estabelecimentos que receberam a visita dos fiscais já haviam sido monitoradas há cerca de 15 dias, onde foram coletados preços de produtos por amostragem para comparação nessa sexta.

Uma das principais queixas referentes à Black Friday por parte dos consumidores têm sido com relação à maquiagem de preços e divergência de valores. O objetivo do Procon Canoas com a repetição do levantamento no dia de hoje foi identificar essas possíveis fraudes.

“Verificamos problemas em duas grandes redes de varejo de eletrodomésticos que vinham praticando preços superiores aos das promoções anunciadas. Nas etiquetas anunciavam descontos sobre valores maiores aos preços que havíamos observado antes da Black Friday”, explica o diretor do Procon, Gilmar Pedruzzi. As duas lojas foram autuadas por prática de publicidade enganosa. Os nomes das empresas não foram divulgados pelo órgão municipal.

Além disso, os fiscais também notificaram e alertaram algumas lojas por não fixarem o preço dos produtos de forma visível ao consumidor. Esses problemas foram solucionados no momento da fiscalização. Foram visitadas lojas no Calçadão do Centro de Canoas e nos dois shoppings da cidade.

*Com informações da SECOM CANOAS