Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | A Polícia Civil deflagrou nesta terça-feira (27) a Operação Patrulha para desarticular uma organização criminosa e combater os crimes rurais e abigeatos. Eles atuavam em 19 cidades das regiões Metropolitana, Litoral Norte e Sul. Foram cumpridos 100 mandados judiciais, sendo 24 de prisão preventiva, 33 de busca e o restante sobre bloqueios de bens e contas bancárias.

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Sapucaia do Sul, Gravataí, Cachoeirinha, Esteio, Canoas, São Leopoldo e Novo Hamburgo. O grupo seria responsável pelo roubo de pelo menos 500 cabeças de gado em sete meses.

Investigação

Conforme o delegado Cristiano Ritta, responsável pelos trabalhos, os ladrões atuavam de Capão da Canoa, passando pelas cidades da Região Metropolitana, até Camaquã, na Zona Sul. A polícia chegou neles depois que animais foram furtados em uma fazenda de Santo Antônio da Patrulha, no Litoral.

Cerca de 50 pessoas são investigadas. Eles fazem parte do grupo que é responsável por comandar os crimes. A maioria é de Canoas.

Atuação

A quadrilha agia nas seguintes cidades: Sapucaia do Sul, Canoas, Esteio, Santo Antônio da Patrulha, Capão da Canoa, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Gravataí, Montenegro, Maquiné, Cachoeirinha, Eldorado do Sul, Tapes, Camaquã, Sentinela do Sul, Glorinha, Picada Café, Arroio dos Ratos, Encruzilhada do Sul e Campo Bom.