PC

Foto: PC/ Divulgação

Da redação | A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira (6) uma operação que resultou na interdição de uma empresa de chás, no bairro Boa Saúde, em Novo Hamburgo. Os agentes descobriram uma série de irregularidades, entre elas, que o local funcionava sem alvará e vendia produtos impróprios ao consumo humano.

Conforme a investigação, a fábrica comprava produtos comuns de outras empresas e os revendia como orgânicos e com rótulo trocado. Insumos vencidos usados na produção dos chás foram encontrados pelos policiais.

O dono do estabelecimento foi preso em flagrante por crime contra as relações de consumo. A pena para esse delito é de no máximo cinco anos de prisão. O homem foi encaminhado ao sistema prisional.

De acordo com a polícia, a empresa só poderá retornar às atividades após solucionar os problemas detectados durante a inspeção.