Foto: Brigada Militar/Divulgação

Da redação | Foi preso na noite da última quinta-feira (6) o homem suspeito de matar o enteado de dois anos, em Encruzilhada do Sul, no Vale do Rio Pardo. Ele foi encontrado pela Brigada Militar (BM) na residência de uma tia em Santa Cruz do Sul.

Conforme a delegada responsável pelo caso, Raquel Schneider, o preso tem antecedentes criminais por violência doméstica contra uma ex-companheira. Em 2014 ele descumpriu uma medida protetiva e em 2015 agrediu a vítima. O homem foi encaminhado para o Presídio Regional de Santa Cruz do Sul.

O crime

A criança de dois anos morreu na madrugada da última quarta-feira (5). O menino chegou ao Hospital Santa Bárbara com sinais de espancamento.

Para a polícia, a mãe do menino relatou que acordou e percebeu que a criança estava desacordada no berço. Desesperada, ela saiu na rua gritando para os vizinhos.

A mulher, que passou mal durante o depoimento à polícia, relatou que o padrasto não estava em casa no momento. Entretanto, vizinhos afirmaram que o homem estava no local e fugiu.

A polícia aguarda agora o laudo definitivo da perícia. O exame preliminar apontou que a criança morreu por politraumatismo e foi asfixiada. O menino tinha costelas fraturadas e várias marcas roxas no corpo e no rosto.