Jaime

Foto: Jaime Zanatta/GBC

Da redação | A prefeitura de Canoas já identificou a empresa que deixou vazar cromo no solo e no lençol freático no bairro Niterói. O nome não foi divulgado. A licença para atuar estava vencida.

ALERTA EM CANOAS | Prefeitura confirma contaminação na água do lençol freático no bairro Niterói

Na última quarta-feira (5), a prefeitura emitiu um alerta afirmando que “o lençol freático e o solo de parte da comunidade estão severamente contaminados” por cromo VI. O metal, se estiver em alta concentração na água, é cancerígeno, podendo causar também hemorragias, trombose cerebral e contaminação de órgãos vitais.

De acordo com o secretário municipal do Meio Ambiente, Paulo Paim, a empresa de cromagem suspeita da poluição contratou um novo estudo para identificar a abrangência da contaminação e há quanto tempo ela vinha ocorrendo. Depois da confirmação da contaminação, o processo de renovação da licença foi suspenso até o final da apuração.

Segundo o secretário, após a confirmação da contaminação, a empresa de cromagem suspeita da poluição contratou um novo estudo para identificar há quanto tempo ocorre o problema e qual a sua abrangência. Paim afirma que a empresa suspeita estava com a licença vencida quando ocorreu a denúncia. O processo de renovação foi imediatamente suspenso até o fim da apuração.

Descoberta

Um vizinho da empresa, que prefere não ser identificado, furou o solo para colocar uma piscina. Ele encontrou um líquido suspeito e acionou a prefeitura.

O Programa Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua) da Vigilância Sanitária de Canoas considera como áreas de risco, enquanto não se conhece exatamente a extensão da contaminação, as ruas localizadas no entorno da rua Júlio de Castilhos, próximo à rua Venâncio Aires, tais como a própria rua Júlio de Castilhos, desde a BR-116 até a rua Fernando Ferrari; a rua Garibaldi, desde a BR-116 até a rua Fernando Ferrari; a rua Minas Gerais, desde a BR-116 até a rua Fernando Ferrari; e a rua Alegrete, desde a BR-116 até a rua Fernando Ferrari.

No perímetro afetado, há duas empresas de cromagem. Nenhuma atendeu as nossas ligações.

Orientações

O cromo é um metal pesado que, em altas concentrações na água, causa sérios danos à saúde, dentre os quais: câncer, hemorragias, trombose cerebral, e contaminação de órgãos vitais como o coração, podendo levar a morte. A Prefeitura de Canoas orienta aos moradores do bairro para que não utilizem água subterrânea no local, como de poços artesianos; utilizem somente água do sistema de distribuição da Corsan para consumo; não cultivem vegetais e árvores frutíferas na área; não executem qualquer tipo de obra ou escavação na área sem autorização do órgão ambiental; não permitam que animais consumam a vegetação localizada nessa área.