Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Um homem de 60 anos foi preso na última sexta-feira (7) em Canoas, na Região Metropolitana, por estupro de vulnerável e exploração sexual de menor. A ação foi realizada pela Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA).

De acordo com o delegado Pablo Queiroz Rocha, responsável pela ação, a vítima relatou para as conselheiras tutelares de um abrigo que manteve relacionamento afetivo com o acusado desde a infância, com o consentimento da avó materna. Por isso, inclusive, ela foi afastada de sua residência.

Segundo a vítima, a avó materna proporcionava os encontros entre ela e o acusado. Em troca, ela recebia favores como reformas, cestas básicas e dinheiro.

Após o afastamento da vítima, o acusado começou a persegui-la e ameaça-lá através de bilhetes entregues pela a avó nas visitas e mensagens nas redes sociais. Ainda, chegou a matricular um de seus filhos no mesmo curso em que a vítima estava frequentando, a fim de monitorar e seguir a menor.

O acusado foi preso e encaminhado ao sistema prisional.