NH PC

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (12) a Operação Consilium, contra lavagem de dinheiro praticada por uma facção ligada ao narcotráfico. Mais de 90 policiais cumpriram 15 mandados de busca e apreensão nos bairros Canudos, Jardim Primavera e Lomba Grande, em Novo Hamburgo.

A ação ocorreu em continuidade aos trabalhos que desmantelaram, em 2017, uma organização criminosa que seria braço de uma conhecida facção atuante no Estado, com berço no Vale do Sinos. Um dos líderes desse grupo, Juliano Biron da Silva, encontra-se recolhido no Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Em Novo Hamburgo, os principais investigados da Operação Consilium são o vereador Emerson Fernando Lourenço, o Fernandinho, e o subsecretário de Obras Pedro André Arenhardt.

De acordo com a Polícia Civil, foram percebidas movimentações financeiras ocorridas em 2012 entre o líder da organização e Arenhardt, que efetuou em 2016 doações para campanha eleitoral do vereador.

Os investigadores apuraram que um imóvel foi adquirido para o criminoso, através de laranjas e que parte do pagamento teria sido a aquisição de uma casa no litoral norte gaúcho, pertencente ao vereador. A 2ª Delegacia de Polícia de São Leopoldo já investigava o parlamentar pelos crimes.

No período de 2012 a 2018, foi verificada movimentação de aproximadamente R$ 15 milhões pelos investigados, por meio três pessoas físicas e seis pessoas jurídicas.