Da redação | A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou nesta terça-feira (18) por 25 votos a 13 o projeto de lei que flexibiliza o consumo e venda de bebidas alcoólicas dentro dos estádios gaúchos. Pelo texto, de autoria dos deputados Gilmar Sossela e Ciro Simoni, ambos do PDT, a comercialização fica permitida até o intervalo dos jogos e depois das partidas.

O governador do Estado, José Ivo Sartori, tem até 15 dias úteis para sancionar ou vetar o projeto. Caso contrário, a aprovação ou não ficará nas mãos de Eduardo Leite, eleito para a próxima gestão do Piratini. O presidente do legislativo gaúcho poderá promulgar a lei se não houver posicionamento do Executivo.

Alguns clubes, como Juventude e Veranópolis, da Serra, se mostraram favoráveis à liberação, dando ao entendimento de que haverá maior retorno financeiro aos clubes a partir da venda de bebidas. Já órgãos como Brigada Militar e Ministério Público se posicionaram contra a liberação, por acreditarem que a autorização do consumo, que é proibida desde 2008 no Estado, aumentará casos de violência dentro dos estádios.