Foto: Derli Colomo Jr./Prefeitura de Canoas

Da redação* | Com um sorriso estampado no rosto, a pequena Nicole Gozman, de 7 anos, aguardava ansiosa a sua vez para entrar na piscina de bolinhas. Assim como ela, outras 25 crianças venezuelanas se divertiram na festa alusiva ao primeiro Natal comemorado em solo brasileiro. A chegada do Papai Noel foi o ponto alto da festa, cada criança recebeu dois presentes. O evento aconteceu no Centro Temporário de Acolhimento (CTA) Farroupilha na tarde deste sábado (22).

Grávida de cinco meses, a venezuelana Mirian Ortuño, não escondia a alegria de ver a diversão das crianças. “Depois de tudo que passamos, esse é um momento de comemorar o acolhimento que recebemos em Canoas”, emociona-se.

A gestora do CTA, Vera Garibaldi, explica que o objetivo da festa é promover um momento de confraternização, descontração e alegria aos venezuelanos. “Imagino que este não tenha sido um ano fácil para esses imigrantes, por isso, a ideia da festa é proporcionar alegria. Além disso, é um Natal memorável, porque é o primeiro e o último que todos vão passar juntos, pois, as famílias já estão saindo do CTA e indo morar nas suas próprias casas”, salienta. Para Vera, o Natal também é capaz de deixar boas lembranças: “São as crianças que vão contar a história desse refúgio, por isso, elas precisam ter boas experiências para poder ter boas lembranças desse momento no Brasil”, completa.

Organizada por 13 voluntários, a festa contou com decoração natalina brinquedos infláveis, comida e muitos presentes. O grupo foi formado desde a chegada dos venezuelanos, que se mobiliza na organização de diferentes ações de solidariedade. “É muito gratificante ajudar, acredito que esse seja o verdadeiro espírito natalino: A solidariedade”, ressalta a voluntária Ivonete Oliveira.

Os imigrantes ainda ganharam uma festa, com decoração natalina, comida e brinquedos infláveis. (Foto: Derli Colomo Jr./Prefeitura de Canoas)

Crianças venezuelanas do CTA Argentina também receberam presentes

Nenhuma criança venezuelana do Centro Temporário de Acolhimento (CTA) Argentina ficou sem brinquedo neste Natal. Em uma ação voluntária do Centro Ítalo Brasileiro de Assistência e Instrução às Migrações (Cibai), entidade ligada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foram distribuídos brinquedos para as 75 crianças e adolescentes que estão morando no local, na sexta-feira (21).

Venezuelanos em Canoas

Em setembro, o município recebeu 305 venezuelanos por meio do programa de interiorização do governo federal. Inicialmente, Canoas recebeu R$ 1,02 milhão do Planalto para custear as necessidades emergenciais dos imigrantes. O contrato tem duração de seis meses, mas, na hipótese deste período não ser suficiente para a integração dos venezuelanos no país, o convênio poderá ser prorrogado. O aluguel dos CTAs é custeado pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e estão sendo administrados por uma gestão compartilhada entre a prefeitura de Canoas e a Fundação La Salle.

*Com informações da Prefeitura de Canoas