Foto: Jaime Zanatta/GBC

Foto: Jaime Zanatta/GBC

Da redação* | A Prefeitura de Esteio abriu processo administrativo em face da Companhia Riograndense de Saneamento – CORSAN. A medida, adotada pelo Prefeito Leonardo Pascoal, foi motivada pelas inúmeras ocorrências de desabastecimento de água no município ao longo do mês de dezembro.

Agora, a empresa será notificada para apresentar esclarecimentos sobre a situação, bem como quais ações foram ou serão tomadas pela concessionária. Ao final do processo a CORSAN poderá ser advertida ou receber a imposição de multa, conforme estabelece o Contrato de Programa firmado com o Município.

No último mês a Prefeitura tem cobrado, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, a normalização do serviço pela CORSAN. Diante da não regularização optou-se pela decisão da abertura de processo administrativo. “Acompanhamos e cobramos diariamente dos responsáveis pela concessionária a correção dos problemas. Além disso, semanalmente temos uma reunião de trabalho com o mesmo propósito. Como julgamos que as medidas adotadas não foram satisfatórias solicitamos a abertura de um procedimento administrativo”, comenta o Secretário da pasta, Leomar Teichmann.

Além da abertura do processo administrativo, a Prefeitura solicitará ao ente regulador dos serviços de saneamento no Município, Consórcio Pró-Sinos, que também promova a abertura de procedimento com vistas à apuração da situação e aplicação das penalidades cabíveis.

*Com informações da Prefeitura de Esteio