Foto: Brigada Militar/Divulgação

Da redação | A Brigada Militar (BM) prendeu um homem por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo no último domingo (30) no bairro Olímpica, em Esteio, na Região Metropolitana. A ação foi realizada pelo 34° BPM.

De acordo com a BM, uma guarnição foi despachada até a Rua São Francisco para averiguar uma ocorrência de disparos de arma de fogo. Quando chegaram no local, os policiais encontraram um homem detido por populares. Eles relataram que estavam em suas residências, quando chegou um Renault Logan prata. Do veículo, o detido desceu com uma arma em punho e disparou quatro vezes contra um homem. Com ele, foi apreendida uma pistola calibre 380, um carregador e sete munições intactas.

Os populares também relataram para os policiais que o condutor do Logan teria se escondido em uma residência próxima ao local. O proprietário do local negou a informação, e com desconfiança, os policiais entraram e acharam um homem dentro do guarda-roupas. Ele confirmou que dirigia o veículo.

Os dois foram presos, porque dentro do guarda-roupas, os policiais encontraram diversas munições de calibre 32. O proprietário voltou a negar os fatos e disse que não tinha arma de fogo em casa, mas durante as buscas a guarnição encontrou um revólver calibre 32 e mais 48 munições.

Motivação dos disparos

O alvo dos tiros relatou aos policiais que o primeiro preso já desceu disparando contra ele do veículo. Porém, o filho da vítima jogou a motocicleta por cima do acusado. Nesse momento, ele caiu e foi detido por populares.

Já na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Canoas, onde a ocorrência foi registrada, um dos presos relatou a motivação para o crime. Ele contou que a vítima teria estuprado a esposa e matado o irmão do primeiro detido, em agosto, na Estrada do Nazário.