CANOAS | Junho e julho registram o menor número de mortes desde 2015 – Agência GBC

CANOAS | Junho e julho registram o menor número de mortes desde 2015

Foto: Jaime Zanatta/GBC

Da redação* | O policiamento ostensivo e a integração das forças de segurança de Canoas têm registrado a queda de diferentes índices criminais, segundo relatório do Observatório de Segurança Pública do município. Depois de uma redução de 45% nas mortes violentas – que compreendem homicídios, latrocínios, encontro de cadáveres e mortes em confrontos com a polícia – no primeiro semestre deste ano, o último mês de julho tem um dos menores números de homicídios do período entre 2015 e 2019.

Enquanto julho de 2015 teve oito mortes, o mesmo mês de 2019 registrou três – 37,5% a menos. Já no mês de junho, a comparação entre esses dois anos mostra uma diferença ainda mais significativa: 85% menos homicídios, sendo sete mortes em 2015 e uma em 2019. “Esses números são os menores da série histórica de Canoas e nos mostram que estamos conduzindo as ações de Segurança Pública na direção certa, que é uma das maiores preocupações desta administração”, analisa o secretário de Segurança Pública e Cidadania, Alberto Rocha.

Além das Operações Integradas de Segurança, que reúnem Polícia Civil, Brigada Militar, Guarda Municipal e Fiscalização de Trânsito em patrulhamento nas ruas, um dos fatores que refletem a diminuição da criminalidade é o investimento, que coloca Canoas no mapa das cidades que mais aplicam recursos em segurança. Com articulações desde 2017, o município adquiriu 45 viaturas equipadas, incrementou o armamento e promoveu capacitações para agentes de segurança como guardas municipais.

Com foco na inteligência, os próximos investimentos do município serão concentrados na compra de equipamentos, veículos e softwares. O recurso tem origem num crédito de R$ 10 milhões, contratado no Badesul pela Prefeitura e aprovado pela Câmara de Vereadores. “Nosso trabalho busca um equilíbrio em diferentes frentes: tecnologia inteligente – que nos traz precisão para captar um criminoso –, condições de trabalho para os agentes que estão lá na ponta, nas operações, integração das competências dos órgãos de Segurança e prevenção, que começa já na idade escolar”, conclui o secretário.

*Com informações da Prefeitura de Canoas

Agência GBC

Em Agência GBC, você encontra notícias de Canoas, da região e do RS, prestação de serviço, áudios, vídeos e muito mais.