Foto: reprodução

Da redação | Um morador do bairro Mathias Velho, em Canoas, foi salvo graças ao preparo dos combatentes do 8º Batalhão de Bombeiro Militar (8º BBM) e dos socorristas do Samu. A família da vítima, inicialmente, procurou ajuda no quartel dos bombeiros, que fica a 30 metros de distância da residência. O episódio ocorreu no dia 22 de setembro, e foi relembrado pelo batalhão em uma rede social nesta quarta-feira (02).

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Na ocasião, o morador passou mal e foi levado pelos familiares até os bombeiros. Enquanto alguns militares ligavam para o Samu, outros iniciavam o primeiro atendimento. O homem chegou ao local praticamente sem sinais vitais. Diante disso, os combatentes fizeram massagem cardíaca por 15 minutos até a chegada do Samu.

Com a chegada dos socorristas do serviço, além da continuação da massagem cardíaca, foi utilizado o Desfibrilador Automático (DEA) e administrado oxigênio através de um ambu. Após meia hora de reanimação, os sinais cardíacos começaram a se estabilizar. O morador, que havia chegado ao quartel praticamente sem sinais vitais, foi levado ao Hospital de Pronto Socorro (HPS).

O episódio enaltece a importância do aprendizado dos primeiros socorros. Saber a técnica, chamada RCP (Reanimação Cardiopulmonar), pode ser a única esperança de vida para uma pessoa, e o 8º BBM se coloca à disposição para ensiná-la em centros comunitários e escolas, por exemplo.