Foto: Arquivo/ Prefeitura de Canoas

O secretário municipal de Segurança Pública e da Cidadania, Alberto Rocha, enalteceu que, através de um financiamento junto ao Badesul, Canoas fará, em breve, um investimento de R$ 10 milhões em equipamentos, veículos e armamentos.

“A queda nos índices de criminalidade comprova a eficácia da nossa linha de trabalho. Por isso, vamos investir ainda mais na segurança dos canoenses”, concluiu o secretário.

A declaração ocorreu durante a divulgação do balanço da Operação Integrada de Segurança Pública, que chegou à sua 200ª edição em Canoas na quinta-feira (29).

A ação contou com integrantes da Guarda Municipal, Fiscalização de Trânsito Municipal, Brigada Militar, Polícia Civil, Susepe e do Corpo de Bombeiros.

Números

Durante a ação, foram abordadas 332 pessoas, 168 automóveis, 55 motocicletas, 12 veículos recolhidos, 31 Autos de infração de trânsito confeccionados, além de um termo circunstanciado por posse de entorpecentes e duas pessoas presas.

Prisões

As duas prisões efetuadas durante a operação ocorreram na rua Araras, no bairro Harmonia. No momento da abordagem, um dos indivíduos portava arma de fogo, enquanto o outro, que era considerado foragido desde janeiro deste ano, levava consigo uma Carteira Nacional de Habilitação falsificada.