Os dois homens de 26 e 29 anos presos em flagrante por estupro de vulnerável na última quarta-feira (13) foram soltos pela Justiça. Eles estão envolvidos no caso de uma adolescente de 15 anos encontrada morta dentro de um motel em Novo Hamburgo.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

A decisão é da juíza Andréa Hoch Cenne. Conforme o jornal O Diário da Encosta da Serra, a opinião da magistrada da 3ª Vara Criminal é que não há provas suficientes para manter os dois homens presos preventivamente. Na manifestação dela, os dois homens pediram socorro à vítima e não foram encontrados indícios de estupro. Por isso, eles podem responder em liberdade provisória.

O caso

A adolescente foi encontrada morta dentro de um motel no bairro São Jorge, em Novo Hamburgo. O que a investigação sabe, até o momento, é que a menor passou mal na madrugada. Os dois homens pediram socorro.

Quando o Samu chegou, a vítima já estava em óbito. Os presos confirmaram que houve consumo de droga no quarto e depois a adolescente passou mal. Não havia marcas de violência no corpo, segundo a polícia.

Conforme a Polícia Civil, os presos confessaram que estavam no quarto com a adolescente. Porém, a causa da morte ainda é desconhecida e, por isso, não é possível relacionar os dois ao óbito.

Para investigar o caso, os celulares dos dois presos e da vítima foram apreendidos. Os investigadores querem saber como a dupla chegou na adolescente.

Entraram escondidos

Para conseguirem entrar em um motel nas margens da ERS-239, no bairro São Jorge, um dos presos se escondeu com a adolescente no banco de trás. O outro conduziu a SpaceFox branca para dentro do estabelecimento.