FOTO: Vinicius Thormann/Prefeitura de Canoas

FOTO: Vinicius Thormann/Prefeitura de Canoas

Da redação com informações da Prefeitura de Canoas | Na manhã desta sexta-feira (20), o chefe adjunto de gabinete do prefeito, Guido Bamberg, entregou na Câmara de Vereadores o texto da Lei Orçamentária Anual (LOA) do exercício de 2018, acompanhado do secretário municipal de Planejamento e Gestão, Paulo Accinelli, da adjunta, Cristina Sabka, e do responsável pela elaboração do Plano Plurianual, Gil César Lopes Rodrigues. O planejamento foi norteado pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), aprovada no final de setembro pelo Legislativo.

Recebido pelas mãos do presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, vereador Eracildo Guilherme Linck, e pelo presidente em exercício da casa, vereador José Carlos Patrício, o texto tem até o dia 30 de novembro para ser aprovado. “Sendo a LOA apreciada pela Comissão, sugerimos que a audiência pública aconteça ainda na primeira quinzena de novembro. Dentro deste prazo, será possível colocar a pauta em votação com mais tranquilidade”, ressalta Guido.

Para 2018, a prefeitura de Canoas estima arrecadar R$ 2,05 bilhões, sendo a maior receita destinada à Saúde, com R$ 444,5 milhões. Em segundo lugar fica a Educação, com previsão orçamentária de R$ 310,1 milhões. Entre os investimentos em novos projetos está prevista a construção de um Centro Administrativo, que unirá todos os núcleos da gestão municipal em um só local e reduzirá despesas na cidade. A LOA também destina recursos à reforma do Centro de Bem-Estar Animal e a melhoria na estrutura da Praia do Paquetá como potencial ponto turístico da cidade.