FOTO: Gilberto Michelin Junior/Prefeitura de Caxias do Sul

FOTO: Gilberto Michelin Junior/Prefeitura de Caxias do Sul

Da redação com informações da Prefeitura de Caxias do Sul | Mesmo com as fortes chuvas registradas em Caxias do Sul nesses últimos dias, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos não registrou nenhum caso de alagamento na cidade por insuficiência de drenagem nos loteamentos regulares. A pasta atribuiu isso aos trabalhos executados ao longo do ano para prevenir que essas situações aconteçam, possibilitando que a vazão das redes seja suficiente para a demanda do município.

Desde o início do ano, foram implantados mais de 12 quilômetros de tubulações novas. Além disso, mais de cinco mil toneladas de pedras, terra, areia e lixo foram removidas das redes de micro e macrodrenagens; e mais de 3,5 mil bocas de lobo receberam limpeza, reparos e grades, para impedir que o lixo entre na tubulação. Um dos exemplos de melhorias feitas pela Smosp foi na Avenida Doutor Mário Lopes, onde fica a Unidade Básica de Saúde (UBS) Fátima Baixa. Os alagamentos no local eram frequentes e, inclusive, em março deste ano, a UBS foi novamente inundada e chegou a ficar um dia fechada. Depois desse episódio, a Secretaria de Obras implementou bocas de lobo e travessias na via e construiu um muro de contenção nesta avenida. Desde então, o local não registrou mais alagamentos.

Segundo o titular da Smosp, Leandro Pavan, os trabalhos, executados de forma estratégica, geram um benefício maior para a comunidade e fazem com que os pontos críticos de alagamento sempre estejam em plena vazão. “Estamos executando obras em toda a cidade, mas com uma atenção especial aos pontos que têm um maior número de demandas registradas e que, na avaliação técnica, têm maior risco de alagamento. Infelizmente, em alguns locais, temos que efetuar a limpeza de bocas de lobo a cada 15 dias, o que gera um custo de retrabalho muito grande”, afirmou Pavan, que reforça também a importância da população não jogar lixo na rua ou nos córregos e arroios do município.

Em complemento a esses trabalhos, a Smosp também efetuou a limpeza e execução de adequações nos tanques de contenção, localizados na Avenida Doutor Mario Lopes e na rua Rissieri Picolli. As melhorias foram feitas para garantir que, com fortes chuvas, os tanques de detenção estejam em sua capacidade máxima.

Interior

A Smosp, através das subprefeituras, instalou quatro quilômetros de redes de drenagem, utilizadas em travessias e bueiros, e fez o patrolamento e o cascalhamento de mais de seis mil quilômetros de estradas. O objetivo é efetuar a manutenção das vias no interior e garantir segurança na trafegabilidade.