Da redação, com informações da SSP-RS | A 52ª edição da Operação Desmanche foi desencadeada nesta terça-feira (14), na cidade de Canoas, região Metropolitana de Porto Alegre. Um estabelecimento foi interditado por crime ambiental e o proprietário foi encaminhado para a delegacia de polícia da cidade. No local, no bairro Mathias Velho, eram armazenadas substâncias tóxicas nocivas ao meio ambiente. Além disso, cerca de dez toneladas de sucata automotiva foram apreendidas.

A ação vista coibir o funcionamento de estabelecimentos irregulares, os chamados “ferros velhos”, além de combater a receptação e o desmanche de veículos roubados. Desde a sua primeira edição, em fevereiro de 2016, a operação já resultou na prisão de mais de 60 pessoas, além de 85 locais interditados e mais de três mil toneladas de sucata automotiva apreendidas.

De acordo com a coordenadora da força-tarefa da Operação Desmanche, capitã Marta França Moreira, essa é a terceira vez que a operação acontece em Canoas. “Estamos intensificando as ações de fiscalização nas cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre, pois sabemos que é uma área com bastante incidência desse tipo de crime”, apontou.