Foto: reprodução

Da redação | Um homem foi preso neste sábado (18), em Gravataí, na região metropolitana, por estupro de vulnerável. Ele foi detido durante uma ação conjunta entre Conselho Tutelar e Brigada Militar. O indivíduo, de 43 anos, de origem romena, trabalhava em projetos sociais com crianças e adolescentes em escolas e comunidades religiosas.

A prisão em flagrante ocorreu enquanto ele fazia acompanhamento com jovens em uma das comunidades. A polícia chegou até o suspeito após a mãe de uma das vítimas ter denunciado o caso. O filho dela, que tem 16 anos, contou sobre o suposto abusador.

sadasdas
Homem foi preso na manhã deste sábado. Foto: divulgação/ Gravataí 24 Horas

O homem assediava o adolescente por meio de conversa via aplicativo WhatsApp. Após o filho ter contado sobre o caso, sua mãe se passou pelo menor de idade para comprovar as informações. Nela, o suspeito pede para que jovens, os quais ele tinha contato, fotografassem seus órgãos genitais, inclusive para que as vítimas tivessem relações sexuais com ele.

O homem mantinha o nome falso de Nicolau Matescu (Walter) no Facebook. Ele foi apresentado na delegacia da cidade para o registro da ocorrência.

A Polícia Civil passa a investigar o caso, analisando possíveis arquivamentos de fotos e vídeos de menores em equipamentos eletrônicos, apreendidos com o homem.