Foto: Antonio Cruz/ ABr

Da redação | Um relatório divulgado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), no início deste mês, indica que Gravataí tem 7.376 pessoas na fila de espera aguardando por vagas em cirurgias eletivas. Trata-se do município do Rio Grande do Sul com a maior taxa. Porto Alegre é a segundo (1.910), seguido de Pelotas (1.777) e Canoas (1.664).

O número supera algumas capitais brasileiras e inclusive os dados totais de estados como Tocantins, Rondônia, Paraíba, Alagoas e Maranhão.

Em todo o Rio Grande do Sul, são 39.158 na fila de espera. A cirurgia de catarata é a mais demandada, com 5.119.

Neste ano, no País, a fila de espera para cirurgias eletivas chegou a aproximadamente 904 mil procedimentos.

“Pela primeira vez o Conselho Federal de Medicina se aproxima do tamanho real da fila por cirurgias no SUS. Ainda que parciais, os números impressionam, já que os estados que prestaram informações representam metade de todo o volume cirurgias efetivamente realizadas na rede pública em 2016”, explica o presidente da autarquia, Carlos Vital.