Foto: divulgação/ jornalsaoleo.com.br

Da redação | É prevista para janeiro a assinatura de um termo de contratação que vai possibilizar que apenados do regime semiaberto trabalhem para secretarias e autarquias do Município de São Leopoldo, no Vale do Sinos.

A medida deve proporcionar ao empregador isenção de encargos sociais e uma oportunidade de recomeço longe da criminalidade.

120 detentos do Instituto Penal de São Leopoldo já estão trabalhando, de um total de 190. A grande parte exerce funções fora da prisão durante o dia e volta no fim da tarde para descanso.

Quem trabalha recebe ate 75% de um salário mínimo e mais 10% de engargo trabalhista.