Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | A Polícia Civil divulgou nesta quarta-feira (03) a informação de que prendeu o líder de um templo satânico e de dois seguidores na Região Metropolitana de Porto Alegre. Eles são suspeitos de envolvimento na morte de duas crianças, que tiveram seus corpos encontrados esquartejados na Lomba Grande, em Novo Hamburgo. As prisões foram efetuadas na semana passada, no entanto, a polícia ainda não podia revelar detalhes naquela ocasião, pois estava realizando buscas.

Segundo a Polícia Civil, as prisões, temporárias, foram efetivadas na quarta-feira da semana passada (27) em uma residência. Também houve buscas aos crânios das vítimas nesta terça-feira (02), que não foram localizados. Apenas os troncos e membros das crianças é que foram achados, na Estrada Porto das Tranqueiras.

O grupo preso teria sacrificado as vítimas, um menino que teria entre oito e 10 anos e uma jovem de 10 a 12 anos, em um ritual para atrair prosperidade.