MP/RS | A Promotoria Especializada Criminal de Porto Alegre denunciou 42 pessoas integrantes da facção criminosa “Os Manos” pelo crime de organização criminosa. Dentre eles, estão os líderes Alexandre Moraes da Silveira, o “Beiço” ou “Io”; Márcio Moraes da Silveira, conhecido como “Mais Novo”, “Nanico” ou “Menino” e Cristiano Moraes da Silveira, o “Tiano”. Os três também foram denunciados por tráfico de drogas. A denúncia foi recebida pelo juiz de Direito da 2ª Vara Criminal de Novo Hamburgo.

Segundo o promotor de Justiça Gerson Luís Kirsch Daiello Moreira, a investigação, que durou dez meses, apontou que os irmãos Alexandre e Márcio coordenavam a distribuição e a venda de cocaína e crack nas regiões do Vale dos Sinos e Centro-Sul do Estado, inclusive atribuindo tarefas e concedendo regiões para o exercício do tráfico de drogas no varejo aos integrantes do grupo criminoso situados em escalões inferiores.

Ainda durante a investigação, foi apurado que os principais líderes da facção, com o dinheiro do tráfico, adquiriram imóveis de alto padrão e veículos de luxo, que atingem o montante aproximado de R$ 7 milhões. A pedido do Ministério Público estes bens foram sequestrados.

Durante o cumprimento de 45 mandados de busca e apreensão e 38 de prisão preventiva dos integrantes da facção criminosa, ocorrido no dia 12 de dezembro do ano passado, ainda outros bens foram identificados como pertencentes aos infratores, embora em nome de terceiros. Os infratores também serão denunciados pelo delito de lavagem de dinheiro.