Cristiano_Junior

Foto: Cristiano Junior/ PMC/ Divulgação

Secom Canoas | As obras de infraestrutura do Parque Canoas Inovação (PCI) começaram 2018 a pleno vapor. Os trabalhos já são visíveis para a comunidade local. Quem passa pela avenida do Nazário, de longe, já consegue avistar novas ruas e prédios que estão sendo construídos. O PCI é aguardado por empreendedores e trabalhadores da cidade. A inauguração da primeira fase do Parque, que vai gerar pelo menos 300 empregos e irá atrair três novas empresas para Canoas, deve ocorrer no mês de maio.

Com o mote “muitos parques em um único espaço”, o PCI vai conectar, integrar e disseminar conhecimento científico, desenvolvimento tecnológico, inovação e captação de negócios. Até a conclusão das obras, 40 empresas devem se abrigar no Parque Canoas Inovação. A ideia é que companhias da área de Tecnologia da Informação e Comunicação; Tecnologias em Máquinas e Equipamentos; Soluções de Logística; Biotecnologia e Economia Verde; Soluções e Tecnologias Naval Embarcada e Aviônica tenham operações no local. Para abrigar tamanha diversidade de negócios, o parque conta com área total de 250 hectares.

O local será o maior cluster aberto do Rio Grande do Sul, que é união de empresas que se comunicam pela semelhança e coabitam o mesmo espaço, com gestão independente. O parque tem potencial para modificar a estrutura econômica da Canoas e contribuirá para a ampliação da capacidade de inovação e a criação de uma marca regional reconhecida no mercado pela geração de bens, serviços e conhecimento e também atender às demandas da economia local e regional.