Foto: PC/ Divulgação

Da redação | Uma operação de escavação é realizada nesta quarta-feira (17) no terreno onde fica o templo satânico, em Gravataí, suspeito de ter abrigado um ritual de sacrifício envolvendo duas crianças, com idades entre oito e 12 anos. Participam da ação a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros Militar. Cães farejadores  e retroescavadeira são usados para a procura no local, que fica às margens da ERS-020, no distrito de Morungava. O objetivo das equipes é averiguar se há corpos enterrados no local. A busca foi autorizada pela juíza Ângela Roberta Paps Dumeraque, da Vara do Júri, da Comarca de Novo Hamburgo.

Irmãos por parte de mãe seriam as vítimas do sacrifício, sendo uma menina e um menino. As crianças foram encontradas esquartejadas, em setembro do ano passado, no bairro Lomba Grande, em Novo Hamburgo. A identificação deles ainda não foi possível, mas existem indícios de que eles sejam argentinos. Até o momento, quatro pessoas foram presas, entre elas, o líder do templo satânico. Outras três seguem sendo procuradas.