Foto: Divulgação/ Redes sociais

Da redação | Funcionários do Hospital Getúlio Vargas bloquearam a ERS-118, em Sapucaia do Sul, no início da tarde desta sexta-feira. O grupo interrompeu o tráfego dos dois sentidos da rodovia, em protesto contra a falta de pagamento de salários, férias e 13º, provocada pelo atraso de repasses do Governo do Estado.

Houve lentidão no trecho. O Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) foi chamado e negociou a liberação do trânsito com os manifestantes. Na sequência, eles se dirigiram para a frente do Hospital.

Os trabalhadores estão em greve desde esta terça-feira (23). Eles fazem uma espécie de operação-padrão – apenas serviços essenciais -, e atendem casos de emergência.

Conforme o Sindisaúde, o débito do Estado com a Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (FHGV) chega a quase R$ 13 milhões.

No Twitter, o secretário de Saúde do Estado, João Gabbardo dos Reis, anunciou que a dívida com os hospitais gaúchos vai ser quitada na próxima semana, por meio de repasse de R$ 176 milhões.