Da redação | A Polícia Federal prendeu, em Canoas, na tarde desta quarta-feira (31), um homem de 46 anos, procurado pelas autoridades mexicanas por integrar uma organização criminosa dedicada a produção e distribuição de conteúdo pornográfico com crianças e adolescentes, aliciamento e exploração sexual de menores. Conforme informações, além de atuar no México, o grupo cometia os crimes na Costa Rica, nos Estados Unidos e no Brasil.

O mandado, expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) durante a investigação, foi cumprido no bairro Rio Branco, em Canoas. Em junho de 2017, a Polícia Federal instaurou inquérito após receber informações através da Interpol, de que o procurado, de nacionalidade mexicana, estaria no Rio Grande do Sul.

A investigação prossegue para apurar o envolvimento de outras pessoas e se houve crimes similares praticados pelo grupo no Brasil.