Foto: Arquivo/ Trensurb

Da redação | O Ministério Público Federal (MPF) vai instaurar inquérito civil para avaliar o aumento de 94% no valor da tarifa da Trensurb, que deve entrar em vigor no próximo sábado (03), passando de R$ 1,70 para R$ 3,30.

Conforme a Procuradoria da República de Novo Hamburgo, a intenção do processo é avaliar se o preço está correto, com base no índice inflacionário dos metroviários.

O aumento no valor corresponde a todo o percurso entre Porto Alegre e Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, e foi criticado pelo Sindimetrô-RS, que alegou que a nova tarifa não está de acordo com a realidade dos usuários.

O aumento foi autorizado pelo Governo Federal, por meio dos ministérios das Cidades e do Planejamento.