Foto: Alex Schneider/ GBC

Da redação | Cerca de 200 motoristas de veículos que operam serviço da Uber protestaram na manhã desta segunda-feira (26) pelas vias centrais de Caxias do Sul, na Serra. Em carreata, eles realizaram buzinaço, em vista do que chamam de “Lei do Retrocesso”. Os motoristas saíram dos Pavilhões da Festa da Uva, por volta de 10h30, em direção ao Centro.

O ato é contra um projeto de lei, classificado pelos motoristas como “Lei do Retrocesso”, que regulamenta aplicativos de transporte no País. O protesto dessa segunda foi realizado em nível nacional, e motivado pela votação, prevista para esta terça-feira (27) na Câmara dos Deputados. A categoria considera que as mudanças inviabilizam serviços como Uber e Cabify.

No fim do ano passado, o projeto de lei foi votado e aprovado no Senado, com emendas que beneficiariam os motoristas de aplicativos de transporte particular. Por isso, ele retorna à Câmara. No entanto, a maioria dos deputados quer retomar o projeto original, que impõe obrigatoriedades como da placa vermelha e do carro estar registrado no nome do motorista. Segundo os motoristas, essas medidas seriam prejudiciais tanto ao condutor, quanto ao usuário e à qualidade do serviço.