Foto: Polícia Federal/ Divulgação

Da redação | A Polícia Federal e a Gerência Executiva do INSS em Caxias do Sul cumpriram, na manhã desta quinta-feira (15), sete mandados de busca e apreensão e quatro de prisão a fim de arrecadar provas relativas a fraudes na concessão de benefícios previdenciários, especialmente salário-maternidade.

A análise prévia de alguns benefícios concedidos indica que o prejuízo causado pode ser milionário. No curso da investigação, iniciada em setembro de 2017, foi apurado que a quadrilha solicitou a concessão de mais de quinhentos benefícios de salário-maternidade, sendo que, pelo menos, 224 foram concedidos.

Todos os benefícios encaminhados pelos investigados serão auditados pelo INSS. Os envolvidos responderão por estelionato contra a União e associação criminosa.

*Com informações da Polícia Federal