Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | O delegado Rogério Baggio não apresentou novidades a respeito do caso das crianças esquartejadas, em Novo Hamburgo. Diante disso, o titular da Delegacia de Homicídios da cidade irá encaminhar à Justiça um novo pedido para prorrogar o prazo das investigações do caso. O inquérito seria concluído nesta sexta-feira (16).

“As investigações continuam”, contou o delegado.

O trabalho da Polícia Civil sofreu reviravolta em fevereiro após o afastamento do delegado Moacir Fermino do caso, que disse ter recebido uma “revelação divida” quando estava atuando na investigação. A Polícia havia prendido sete suspeitos, e todos foram liberados por falta de provas após o delegado titular Rogério Baggio assumir o caso. Ele alegou que todos os depoimentos prestados até então eram falsos, a respeito do ritual satânico em um templo, em Gravataí.