FOTO: Divulgação

Da redação | O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) suspendeu por 60 dias a resolução que estabelece a adoção de placas de veículos com padrão dos países do Mercosul. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (23).

A resolução tinha sido publicada pelo Denatran em 08 de março e determinava que a mudança deveria começar a valer em 1º de setembro deste ano.

De acordo com a deliberação, a decisão de suspender a resolução se deve pela necessidade de aguardar a conclusão dos estudos técnicos feitos pelo Denatran.

A resolução que estabelece a adoção de placas para veículos no modelo do Mercosul é alvo de um inquérito instaurado pelo Ministério Público Federal do Amazonas, que investiga supostas irregularidades que beneficiariam algumas empresas de emplacamento. De acordo com o MPF, a troca de placas não ajuda na fiscalização dos automóveis.

Mudança adiada

A alteração da placa dos carros brasileiros é um tema que já vem sendo discutido há alguns anos. A adoção das novas placas veiculares do Mercosul foi apresentada em outubro de 2014. As placas de uso comum nos países do bloco seriam adotadas por aqui inicialmente em 1º de janeiro de 2016. No entanto, o prazo foi adiado no Brasil.