Da redação* | Uma reunião realizada nesta terça-feira (26), entre representantes da Metroplan, de forças de segurança pública e empresas de ônibus de Viamão, promoveu a discussão sobre formas de combater roubos no transporte público metropolitano. Durante o encontro, também houve capacitação dos operadores das empresas de transporte.

O delegado Carlos Henrique Wendt, da Polícia Civil, e o tenente coronel José Carlos Pacheco Ferreira, da Brigada Militar, repassaram os procedimentos que devem ser adotados em caso de assalto, como não reagir e entrar em contato com o telefone 190. Em caso de necessidade de prestar informações, eles reforçaram que os depoimentos são mantidos em sigilo. Além disso, os agentes orientam que sejam observadas características dos assaltantes, como vestimentas e tatuagens visíveis.

Segundo Wendt, em 2017 foram registrados 400 ocorrências por mês em Porto Alegre. “Com o trabalho realizado pela força tarefa da Brigada Militar e Polícia Civil, já especializada neste tipo de atendimento, as ocorrências tiveram uma redução em 60%”, informou o delegado.

A meta agora é estender o trabalho para a Região Metropolitana em 2018. A Metroplan é parceira dos órgãos de segurança na coordenação da força-tarefa. Conforme o diretor de Transportes Metropolitanos, Vinício Salvagni, a fundação não irá medir esforços para contribuir na redução do número de assaltos no transporte público.

Participaram as empresas de ônibus Viamão, Transcal, Sogil, Soul, CMT e Val.

*Com informações da Metroplan